Curvas

Zeto

Compositor: Zeto Do Pajeú

Esse rio que passa no meu coração
Navega pra minha vontade
Uma viola junto da mão
Silêncio acorda na cidade

Eita quanto tempo uma canção demora no meu peito
Esse rio que passa
Parece que a melodia encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha vida se varia depois que eu canto
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso de cantar

Esse rio que seca no meu coração
Deságua na minha vontade
Uma viola junto da mão
Segredos da minha idade

Eita quanto tempo o teu cheiro fica em minha boca
Esse rio que passa
Parece que meu coração encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha rua se enfeita com tua chegada
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso te voltar

Esse rio que passa no meu coração
Navega pra minha vontade
Uma viola junto da mão
Silêncio acorda na cidade

Eita quanto tempo uma canção demora no meu peito
Esse rio que passa
Parece que a melodia encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha vida se varia depois que eu canto
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso de cantar

Esse rio que seca no meu coração
Deságua na minha saudade
Uma viola junto da mão
Esse rio que passa no meu coração
Navega pra minha vontade
Uma viola junto da mão
Silêncio acorda na cidade

Eita quanto tempo uma canção demora no meu peito
Esse rio que passa
Parece que a melodia encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha vida se varia depois que eu canto
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso de cantar

Esse rio que seca no meu coração
Deságua na minha vontade
Uma viola junto da mão
Segredos da minha idade

Eita quanto tempo o teu cheiro fica em minha boca
Esse rio que passa
Parece que meu coração encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha rua se enfeita com tua chegada
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso te voltar

Esse rio que passa no meu coração
Navega pra minha vontade
Uma viola junto da mão
Silêncio acorda na cidade

Eita quanto tempo uma canção demora no meu peito
Esse rio que passa
Parece que a melodia encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha vida se varia depois que eu canto
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso de cantar

Esse rio que seca no meu coração
Deságua na minha saudade
Uma viola junto da mão
Segredos da minha idade

Eita quanto tempo o teu cheiro fica em minha boca
Esse rio que passa
Parece que meu coração encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha rua se enfeita com tua chegada
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso te voltar
Segredos da minha idade

Eita quanto tempo o teu cheiro fica em minha boca
Esse rio que passa
Parece que meu coração encontrou onde morar
Esse rio que passa
Eita minha rua se enfeita com tua chegada
Esse rio que passa
E eu tento me dizer que pra viver preciso te voltar

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital